--> Prefeituras em Crise: Déficit Bilionário Marca Início do Ano Eleitoral | O Diário da Cidade

Prefeituras em Crise: Déficit Bilionário Marca Início do Ano Eleitoral

COMPARTILHE:

Redução nos repasses do FPM contribuíram nesse déficit bilionário

 

O ano de 2024 se inicia sob um cenário de alerta para as prefeituras municipais em todo o Brasil. Com um déficit financeiro projetado em até R$ 4,7 bilhões, segundo a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), a situação das contas públicas municipais se agravou ao longo de 2023, preparando um terreno desafiador em ano eleitoral.


A FNP (Frente Nacional de Prefeitos) é uma entidade que representa os interesses das prefeituras brasileiras. Fundada em 1989, ela tem como objetivo principal promover a integração entre os gestores municipais, além de defender pautas e demandas comuns aos municípios, buscando soluções para os desafios enfrentados pelas administrações locais.


A FNP atua como um espaço de articulação política e técnica, reunindo prefeitos de diferentes partidos e regiões do país para discutir temas relevantes para a gestão municipal. Além disso, ela busca estabelecer diálogo com outras esferas do governo, organizações da sociedade civil e setor privado, visando promover o desenvolvimento das cidades e a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.


Deterioração Progressiva

Um estudo da FNP aponta uma queda significativa no resultado primário das prefeituras, marcando uma queda de 45% entre o quinto e sexto bimestre de 2022. Essa tendência de declínio, corroborada por números do Banco Central, mostra um rombo crescente: se em 2022 houve um superávit de R$ 21 bilhões, até outubro de 2023, o rombo acumulado atingiu R$ 10,9 bilhões.


O economista da FNP, Kleber Castro, enfatiza que, mesmo com receitas extraordinárias como compensações de ICMS e Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o déficit persiste e se agrava, principalmente devido a despesas sazonais como o pagamento do 13º salário.


ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços)

O ICMS é um imposto estadual que incide sobre a circulação de mercadorias, transporte interestadual e intermunicipal, além de serviços de comunicação e energia elétrica. Ele é de competência dos estados e do Distrito Federal e é uma das principais fontes de arrecadação tributária para esses entes federativos.


Esse imposto é cobrado em todas as etapas de produção e comercialização de bens e serviços, sendo recolhido pelos estados e posteriormente distribuído entre eles e os municípios de acordo com regras estabelecidas em legislação específica.


A arrecadação do ICMS é compartilhada entre os estados e parte dela é destinada aos municípios, contribuindo significativamente para a receita das prefeituras.


Fundo de Participação dos Municípios (FPM)

O Fundo de Participação dos Municípios é uma das principais formas de transferência de recursos da União para os municípios brasileiros. Criado pela Constituição Federal de 1988, o FPM tem o objetivo de promover a redistribuição de recursos entre os entes federativos, buscando equilibrar as disparidades regionais e promover o desenvolvimento local.


A principal fonte de recursos do FPM é o Imposto de Renda (IR) e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), sendo que 22,5% desses impostos são destinados ao fundo e distribuídos aos municípios de acordo com critérios definidos em lei, que consideram o tamanho populacional de cada cidade.


O FPM é uma fonte essencial de recursos para muitos municípios, contribuindo para o financiamento de serviços públicos essenciais, investimentos em infraestrutura e outras despesas municipais. A variação na arrecadação desses impostos afeta diretamente a disponibilidade de recursos para as prefeituras, impactando suas capacidades de investimento e custeio.


Causas do Desequilíbrio

A queda na arrecadação do ICMS, resultado da redução das alíquotas de tributos sobre combustíveis aprovada pelo Congresso em 2022, foi um dos principais fatores desencadeadores dessa crise. A judicialização do tema resultou em um acordo de ressarcimento de R$ 27,5 bilhões, mas os impactos persistem.


Além disso, a redução nos repasses do FPM pelo governo federal, especialmente entre julho e outubro, contribuiu para o agravamento da situação fiscal das prefeituras.


Desafios e Alternativas

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) destaca que o crescimento das despesas públicas superou a receita, criando um quadro de alta precariedade para muitas cidades, com elevado comprometimento da Receita Corrente Líquida (RCL).


Paulo Ziulkoski, presidente da CNM, aponta problemas como o aumento de despesas de custeio da máquina pública, gastos com pessoal e o alto investimento público realizado, em parte, com superávit de exercícios anteriores.


Soluções Propostas

Especialistas em contas públicas, como André Luiz Marques do Insper, destacam a necessidade de cortes de despesas para melhorar o resultado fiscal. Ele sugere a revisão das estruturas municipais, a quantidade de servidores não concursados e o compartilhamento de recursos entre municípios como alternativas viáveis.


Os dados compilados pelo Tesouro Nacional, sob a análise da CNM, evidenciam que os municípios de pequeno porte concentram o déficit, enquanto cidades maiores têm superávit, deixando clara a necessidade de um ajuste tanto no gasto quanto na receita.


Desafios Eleitorais

Com um quarto da folha de pagamento vinculada ao magistério, e reajustes significativos no piso salarial, as prefeituras enfrentam desafios complexos na gestão financeira, especialmente os municípios mais dependentes das transferências governamentais.


Felipe Salto, economista-chefe da Warren Investimentos e ex-secretário de Fazenda de São Paulo, destaca a inevitabilidade de medidas de contenção de gastos e a urgência de um ajuste fiscal estrutural para lidar com essa crise financeira.


Em meio ao panorama eleitoral, as prefeituras enfrentam um desafio crucial: encontrar soluções para reverter esse quadro deficitário e garantir a estabilidade financeira, enquanto se preparam para as eleições municipais.


Texto: Michel Belli -  Gestor Público

Números fonte: Estudo da FNP

Análise: Kleber Castro, Paulo Ziulkoski, Felipe Salto, André Luiz Marques  

COMENTÁRIOS

 📲 Receba no WhatsApp notícias de Araraquara e Região


Fique informado!


Quer manter-se informado sobre todos os assuntos que acontecem em Araraquara, região e todo o Brasil? Siga a página do O diário da Cidade no Facebook.


Usando o WhatsApp do O diário da Cidade no número (16) 98824-9129, você pode denunciar qualquer problema ou informação sobre Araraquara e sua região.


Nome

A FAZENDA,14,A FAZENDA 15,15,AGUAÍ,2,AMERICANA,1,AMÉRICO BRASILIENSE,108,ARARAQUARA,244,ARARAS,7,ARTES MARCIAIS,1,BARRETOS,3,BBB,4,BBB 24,3,BEBEDOURO,1,BOA ESPERANÇA DO SUL,6,BORBOREMA,2,BRASIL/MUNDO,106,BRODOWSKI,2,BROTAS,4,BUENO DE ANDRADA,1,CAMPINAS E REGIÃO,1,CASA BRANCA,1,CIÊNCIA,10,CONCHAL,1,CONCURSOS & EMPREGOS,50,CONTEÚDO ESPECIAL,1,CORRIDA,2,COTIDIANO,23,CULTURA E LAZER,20,CURIOSIDADES,11,CURSOS,8,DC CAST,1,dC Edu,1,DESAPARECIDO,5,DESCALVADO,5,DESTAQUES,309,DOBRADA,1,EBOOK,1,ECONOMIA,28,EDUCAÇÃO,13,ELEIÇÃO 2022,1,ELEIÇÕES,2,ENEM,1,ENTRETENIMENTO,11,ESPORTES,54,ESTÁGIO,3,EVENTOS,4,FAMOSOS,66,FRANCA,2,FUTEBOL,43,GAMES & E-SPORTS,21,GANHAR DINHEIRO,1,GAVIÃO PEIXOTO,10,GUARIBA,2,GUATAPARÁ,2,IBATÉ,16,IBITINGA,5,INDIAPORÃ,1,ITÁPOLIS,1,ITIRAPINA,1,ITOBI,1,JABOTICABAL,5,LEME,5,MANAUS,1,MATÃO,36,MOCOCA,2,MONTE ALTO,2,MOTUCA,3,NEGÓCIOS,4,NOTA DE FALECIMENTO,16,NOTÍCIAS,25,NOVA EUROPA,3,OLÍMPIA,2,PETS,9,PIRACICABA,1,PIRASUNUNGA,2,POLÍTICA,57,QUIZZ,6,QUIZZ RESPOSTA,6,REALITY SHOW,17,REDES SOCIAIS,1,REGIÃO,420,RESUMO DA SEMANA,3,RIBEIRÃO BONITO,5,RIBEIRÃO PRETO,9,RIBEIRÃO PRETO E FRANCA,2,RINCÃO-SP,14,RIO CLARO,9,SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS,3,SANTA ERNESTINA,1,SANTA LÚCIA,12,SANTA RITA DO PASSA QUATRO,2,SÃO CARLOS,19,SÃO JOÃO DA BOA VISTA,4,SÃO JOAQUIM DA BARRA,1,SÃO JOSÉ DO RIO PARDO,2,SÃO JOSÉ DO RIO PRETO,1,SÃO LOURENÇO DO TURVO,1,SÃO PAULO,3,SÃO SEBASTIÃO DA GRAMA,2,SAÚDE,21,SERRANA,1,SERTÃOZINHO,1,SUDESTE,3,TABATINGA,2,TAMBAÚ,1,TAQUARITINGA,4,TECNOLOGIA,17,VAGA DE EMPREGO,34,VARGEM GRANDE SO SUL,2,VÍDEOS,23,VÍDEOS CURTOS,8,VÔLEI,1,VOTUPORANGA,4,WEBSTORIES,1,
ltr
item
O Diário da Cidade: Prefeituras em Crise: Déficit Bilionário Marca Início do Ano Eleitoral
Prefeituras em Crise: Déficit Bilionário Marca Início do Ano Eleitoral
Redução nos repasses do FPM contribuíram nesse déficit bilionário
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgCF5BL24vuM8SanJNO-tJeGLgQMU3gBDKWXvCTKZ14LUKvDu_WvzCPpRlFe5thN1kvSfuWb21nZiryn7qJGw7Ir7YEffQf7ao1117rgdsUi5d4O6dboX9xZ0C2tgaJXJ0VPfawCDGAhbfzCs-4JPsa3uCKhyphenhypheni4khVKv3UMeO39R-Hw8qZxRRd0IZN4Lg/s16000/crise.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgCF5BL24vuM8SanJNO-tJeGLgQMU3gBDKWXvCTKZ14LUKvDu_WvzCPpRlFe5thN1kvSfuWb21nZiryn7qJGw7Ir7YEffQf7ao1117rgdsUi5d4O6dboX9xZ0C2tgaJXJ0VPfawCDGAhbfzCs-4JPsa3uCKhyphenhypheni4khVKv3UMeO39R-Hw8qZxRRd0IZN4Lg/s72-c/crise.jpg
O Diário da Cidade
https://www.odiariodacidade.com.br/2024/01/prefeituras-em-crise-deficit-bilionario.html
https://www.odiariodacidade.com.br/
https://www.odiariodacidade.com.br/
https://www.odiariodacidade.com.br/2024/01/prefeituras-em-crise-deficit-bilionario.html
true
5620415080124978485
UTF-8
Carregou todas as postagens Não encontrei nenhuma postagem VER TODAS AS MATÉRIAS Leia Mais Responder Cancelar resposta Excluir Por Incío PÁGINAS POSTAGENS Ver tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIAS ARQUIVO PROCURAR... TODAS AS PUBLICAÇÕES Não foi encontrada nenhuma postagem que corresponda à sua solicitação Voltar ao Início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás há mais de 5 semanas Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos/textos, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Índice