--> Julgamento dos atos de 8 de janeiro: STF condena dois réus a 17 anos e um a 14 anos | O Diário da Cidade

Julgamento dos atos de 8 de janeiro: STF condena dois réus a 17 anos e um a 14 anos

COMPARTILHE:

Relator do caso, ministro Alexandre de Moraes entendeu que Mateus Lima cometeu cinco crimes, entre eles o de golpe de Estado.

 

O Supremo Tribunal Federal (STF) condenou até o momento no julgamento dos atos golpistas de 8 de janeiro dois réus a 17 anos de prisão e um réu a 14 anos de prisão.


Os dois réus condenados a 17 anos de prisão são:

  • Aécio Lúcio Costa
  • Matheus Lima de Carvalho

O réu condenado a 14 anos foi Tiago Mathar.


Nos casos dos três réus condenados, a maioria dos ministros entendeu que eles cometeram os seguintes crimes:

  • abolição violenta do Estado Democrático de Direito
  • golpe de Estado
  • associação criminosa armada
  • dano qualificado
  • deterioração do patrimônio tombado


Nos casos dos três réus, o ministro Nunes Marques entendeu que os crimes praticados foram: dano qualificado e deterioração do patrimônio tombado. Ele foi o único dos 11 ministros que em nenhum caso viu ações contra a democracia.


Entenda os crimes

Veja como são definidos os crimes pelos quais Moraes entende que o réu deve ser condenado.

  • abolição violenta do Estado Democrático de Direito: acontece quando alguém tenta "com emprego de violência ou grave ameaça, abolir o Estado Democrático de Direito, impedindo ou restringindo o exercício dos poderes constitucionais". A pena varia de 4 a 8 anos de prisão.
  • golpe de Estado: fica configurado quando uma pessoa tenta "depor, por meio de violência ou grave ameaça, o governo legitimamente constituído". A punição é aplicada por prisão, no período de 4 a 12 anos.
  • associação criminosa armada: ocorre quando há a associação de três ou mais pessoas, com o intuito de cometer crimes. A pena inicial varia de um a três anos de prisão, mas o MP propõe a aplicação do aumento de pena até a metade, previsto na legislação, por haver o emprego de armas.
  • dano qualificado: ocorre quando a pessoa destrói, inutiliza ou deteriora coisa alheia. Neste caso, a pena é maior porque houve violência, grave ameaça, uso de substância inflamável. Além disso, foi cometido contra o patrimônio da União e com "considerável prejuízo para a vítima". A pena é de seis meses a três anos.
  • deterioração de patrimônio tombado: é a conduta de "destruir, inutilizar ou deteriorar bem especialmente protegido por lei, ato administrativo ou decisão judicial". O condenado pode ter que cumprir pena de um a três anos de prisão.


Votos dos ministros

Veja os principais pontos dos votos em cada caso.


  • Aécio Lúcio Costa: Segundo a Procuradoria-Geral da República, o réu atuou na destruição das instalações do Congresso Nacional. Ao longo do processo, no interrogatório, o acusado afirmou que achou que a manifestação seria pacífica e que não tinha armas.Além disso, negou ter provocado dano ao patrimônio e ter usado de violência.

No julgamento do primeiro réu, o relator do caso, ministro Alexandre de Moraes, afirmou que a liberdade de expressão não contempla ataque às instituições.


“Não existe aqui liberdade de manifestação para atentar contra a democracia para pedir ato institucional número 5, para pedir a volta da tortura, para pedir a morte dos inimigos políticos, os comunistas, para pedir intervenção militar. Isso é crime", pontuou o ministro.


Já o ministro Nunes Marques afirmou que não há elementos suficientes para enquadrar a conduta do réu pelos crimes de associação criminosa, golpe de Estado e abolição violenta do Estado Democrático de Direito.


Ele disse que esses delitos demandam emprego de violência ou grave ameaça contra os Poderes ou algum agente político deles - o que não teria ocorrido. Ou seja, em relação a estes crimes, abriu divergência.


"A verdade é que a depredação dos prédios, que são sedes dos poderes da República, em nenhum momento chegou a ameaçar a autoridade dos dignatários de cada um dos poderes", afirmou o ministro.


  • Thiago Mathar: De acordo com a PGR, atuou na depredação no Palácio do Planalto. Ao ser interrogado, no processo, afirmou que não havia barreira impedindo o acesso ao prédio.Negou que tenha provocado danos e disse "não ter intenção de dar golpe ou depor o governo eleito, mas apenas de manifestar seu descontentamento".

No caso do segundo réu, o relator entendeu que as penas somadas deveriam chegar a 14 anos. Esse entendimento obteve maioria dos votos.


Moraes disse que, no dia 8 de janeiro, o réu foi a Brasília dar um golpe. Naquela ocasião, vândalos invadiram e depredaram as sedes dos três poderes, e Mathar foi preso pelos atos.


"Veio aqui para dar golpe, atacar os poderes constituídos, o governo eleito. Só que deu errado, e foi preso", afirmou Moraes.


O ministro também disse que 

"as instituições demonstraram sua força".


  • Matheus Lima: Foi preso depois deixar o Congresso, quando seguia para a área central de Brasília. Questionado no processo, negou que tenha cometido crimes e que sua intenção era se manifestar de forma pacífica.

Na análise do caso do terceiro réu, o ministro Gilmar Mendes lembrou que o STF foi alvo de depredação no dia 8 de janeiro.


"O que nós fizemos de errado para chegar a isso? E o que nós devemos fazer para evitar que isso repita?", questionou.


Ele ressaltou o papel do STF na proteção da Constituição e da democracia.


"Muitos dos que nos odeiam certamente foram salvos pela ação deste tribunal", completou.


A ministra Cármen Lúcia, que também votou pela condenação, rebateu argumentos de advogados que recorrem à tentativa de comoção, de tratá-los como coitados. "Coitados são todos os brasileiros", afirmou, "que viram o ataque à democracia".


Fonte https://g1.globo.com/

COMENTÁRIOS

 📲 Receba no WhatsApp notícias de Araraquara e Região


Fique informado!


Quer manter-se informado sobre todos os assuntos que acontecem em Araraquara, região e todo o Brasil? Siga a página do O diário da Cidade no Facebook.


Usando o WhatsApp do O diário da Cidade no número (16) 98824-9129, você pode denunciar qualquer problema ou informação sobre Araraquara e sua região.


Nome

A FAZENDA,14,A FAZENDA 15,15,AGUAÍ,2,AMERICANA,1,AMÉRICO BRASILIENSE,109,ARARAQUARA,245,ARARAS,7,ARTES MARCIAIS,1,BARRETOS,3,BBB,4,BBB 24,3,BEBEDOURO,1,BOA ESPERANÇA DO SUL,6,BORBOREMA,2,BRASIL/MUNDO,106,BRODOWSKI,2,BROTAS,4,BUENO DE ANDRADA,1,CACONDE,1,CAMPINAS E REGIÃO,1,CASA BRANCA,1,CIÊNCIA,10,CONCHAL,1,CONCURSOS & EMPREGOS,50,CONTEÚDO ESPECIAL,1,CORRIDA,2,COTIDIANO,23,CULTURA E LAZER,20,CURIOSIDADES,11,CURSOS,8,DC CAST,1,dC Edu,1,DESAPARECIDO,5,DESCALVADO,5,DESTAQUES,309,DOBRADA,1,EBOOK,1,ECONOMIA,28,EDUCAÇÃO,13,ELEIÇÃO 2022,1,ELEIÇÕES,2,ENEM,1,ENTRETENIMENTO,11,ESPORTES,54,ESTÁGIO,3,EVENTOS,4,FAMOSOS,66,FRANCA,2,FUTEBOL,43,GAMES & E-SPORTS,21,GANHAR DINHEIRO,1,GAVIÃO PEIXOTO,10,GUARIBA,2,GUATAPARÁ,2,IBATÉ,16,IBITINGA,5,INDIAPORÃ,1,ITÁPOLIS,1,ITIRAPINA,1,ITOBI,1,JABOTICABAL,5,LEME,5,MANAUS,1,MATÃO,36,MOCOCA,2,MONTE ALTO,2,MOTUCA,3,NEGÓCIOS,4,NOTA DE FALECIMENTO,16,NOTÍCIAS,25,NOVA EUROPA,3,OLÍMPIA,2,PETS,9,PIRACICABA,1,PIRASUNUNGA,2,POLÍTICA,57,QUIZZ,6,QUIZZ RESPOSTA,6,REALITY SHOW,17,REDES SOCIAIS,1,REGIÃO,422,RESUMO DA SEMANA,3,RIBEIRÃO BONITO,5,RIBEIRÃO PRETO,9,RIBEIRÃO PRETO E FRANCA,2,RINCÃO-SP,14,RIO CLARO,9,SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS,3,SANTA ERNESTINA,1,SANTA LÚCIA,12,SANTA RITA DO PASSA QUATRO,2,SÃO CARLOS,19,SÃO JOÃO DA BOA VISTA,4,SÃO JOAQUIM DA BARRA,1,SÃO JOSÉ DO RIO PARDO,2,SÃO JOSÉ DO RIO PRETO,1,SÃO LOURENÇO DO TURVO,1,SÃO PAULO,3,SÃO SEBASTIÃO DA GRAMA,2,SAÚDE,21,SERRANA,1,SERTÃOZINHO,1,SUDESTE,3,TABATINGA,2,TAMBAÚ,1,TAQUARITINGA,4,TECNOLOGIA,17,VAGA DE EMPREGO,34,VARGEM GRANDE SO SUL,2,VÍDEOS,23,VÍDEOS CURTOS,8,VÔLEI,1,VOTUPORANGA,4,WEBSTORIES,1,
ltr
item
O Diário da Cidade: Julgamento dos atos de 8 de janeiro: STF condena dois réus a 17 anos e um a 14 anos
Julgamento dos atos de 8 de janeiro: STF condena dois réus a 17 anos e um a 14 anos
Relator do caso, ministro Alexandre de Moraes entendeu que Mateus Lima cometeu cinco crimes, entre eles o de golpe de Estado.
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEg8q3k0XbJImOrp_w7mFY91dGz75ybIo_kIeTID_O65rmGpfveVFAdYq3FBf2rC7M0Fockl7ryTQNJiOwFt9JTdo5kcf8lxd7pr72bgVeD_3gyxnlbl_T7uok4FKLpwGTz0GRcKIEsr03uAjNsWd1GJZQ5uvih9CJw6-sp3QKGr5JZ9c8iLnbyRZ_l4Pw/s16000/aecio-lucio-costa-pereira-moacir-jose-dos-santos-thiago-de-assis-mathar.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEg8q3k0XbJImOrp_w7mFY91dGz75ybIo_kIeTID_O65rmGpfveVFAdYq3FBf2rC7M0Fockl7ryTQNJiOwFt9JTdo5kcf8lxd7pr72bgVeD_3gyxnlbl_T7uok4FKLpwGTz0GRcKIEsr03uAjNsWd1GJZQ5uvih9CJw6-sp3QKGr5JZ9c8iLnbyRZ_l4Pw/s72-c/aecio-lucio-costa-pereira-moacir-jose-dos-santos-thiago-de-assis-mathar.webp
O Diário da Cidade
https://www.odiariodacidade.com.br/2023/09/julgamento-dos-atos-de-8-de-janeiro-stf.html
https://www.odiariodacidade.com.br/
https://www.odiariodacidade.com.br/
https://www.odiariodacidade.com.br/2023/09/julgamento-dos-atos-de-8-de-janeiro-stf.html
true
5620415080124978485
UTF-8
Carregou todas as postagens Não encontrei nenhuma postagem VER TODAS AS MATÉRIAS Leia Mais Responder Cancelar resposta Excluir Por Incío PÁGINAS POSTAGENS Ver tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIAS ARQUIVO PROCURAR... TODAS AS PUBLICAÇÕES Não foi encontrada nenhuma postagem que corresponda à sua solicitação Voltar ao Início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás há mais de 5 semanas Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos/textos, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Índice